Os pesquisadores chamam doenças sistêmicas as que afetam, por exemplo, um problema bucal e sua influência na saúde do coração. Ou seja, um caso de periodontite pode afetar diretamente seu sistema cardíaco. Em resumo, os maus hábitos de saúde bucal podem afetar todo o seu organismo e não apenas a cavidade ora, pois há vínculos entre bactérias bucais e doenças cardíacas, diabetes e crianças prematuras nascidas abaixo do peso. Siga estes conselhos:

Lanchinhos frequentes: evite “beliscar” a toda hora. O consumo de carboidratos, principalmente açúcares, ativa a bactéria produtora de ácido que vive na superfície dental, produzindo a cárie dentária.

Comer doce sem jantar: Os dentistas aconselham que você consuma o doce como parte da refeição completa quando a bactéria causadora da cárie já está em atividade. Assim, você limita a exposição das bactérias ao horário das refeições, em vez de mantê-las em atividade.

Depois da refeição, água: Beber água após se alimentar vai lavar os resíduos de comida e bactérias, provocando uma limpeza na boca.

Doces duros: Eles estão entre as melhores maneiras de levar bactérias para um ponto de difícil higienização ou até quebrar um dente.

Consuma frutas: Elas contêm vitaminas que são importantes para as gengivas e previnem infecções. A exclusão de frutas e verduras na alimentação pode provocar desnutrição, com efeitos severos sobre as gengivas e a saúde bucal.